Nem Tudo o Que Parece É

Mais um dia mais um Post… Espero que tenham tido tempo para ler os meus post’s….

Aqui está um tema que eu gostaria de desemvolver um bocado, mas vamos ver se estou com disposição para vos falar um pouco que seja sobre o mesmo.

Então o que podemos dizer sobre o tema? Existem muitas interpretações que podemos retirar da frase “Nem tudo o que parece é”, podemos estar a falar de objectos, de pessoas, de sentimentos, de comportamentos, de reacções… podemos falar um pouco de cada um deles.

Quando falamos de objectos, quantas vezes ao longe nos parece um objecto e quando nos apróximamos dele é totalmente diferente, isso acontece com muitas coisas na nossa vida, pode passar um bocado pelas ideias pré-concebidas que possuimos em cada um de nós. Algo no objecto que vemos ao longe tem a forma do que pensamos que é, pois o normal diáriamente é ver e passar por esse mesmo objecto.

Quando falamos em sentimentos ou de reacções podemos falar no que sentimos hoje e no que sentimos amanhã, do que fariamos ou de como reagiriamos hoje ou como fariamos ou reagiriamos amanhã… Passo a dar alguns exemplos práticos… Quantas vezes na nossa vida nos deparamos com situações em que pensamos que sentimos algo por aquela pessoa, e depois passados alguns dias ou de convivencia ou de passar do tempo apercebemo-nos que o que poderiamos sentir ou ter sentido não passaria de uma simples amizade um pouco mais forte.. ou então do que pensamos que não passaria de amizade se tenha tornado num sentimento incapaz de se explicar. Tudo é possível e cada um tem o poder de descobrir o que realmente é… Claro que tem de ter o tempo para descobrir, por vezes acaba por perder bons momentos, ou de perder “a oportunidade” de passar momentos com a pessoa de que seria a “correcta/certa”, ou a “alma gêmea”, como lhe quiserem chamar.

Por vezes o que nos parece o mais correcto não o é… e por vezes aquilo que não nos parece é o que está realmente correcto… Para isso temos pessoas que podemos contar, para pedir conselhos, pequenas dicas.. Pois há coisas de que não nos apercebemos, mesmo que nos digam 100 vezes…

Quando falamos de Pessoas podemos dizer que por vezes cometemos alguns erros de julgamento, uma vez que não conhecemos bem as pessoas com quem estamos a falar/conviver ou mesmo a divagar. Eu cometi e continuo a cometer erros desses e porque? Porque a nossa mente assim o quer, sentir-se enganada, para poder continuar na ilusão. Cometi mas tento nao cometer os mesmos erros que cometi por várias vezes e com pessoas que pensava estar a ser justo. Contudo as pessoas vão-se conhecendo pouco a pouco com a convivencia e julgamentos que fiz de certas pessoas mudaram radicalmente.

Pessoas que eu pensava que seriam uma coisa, parece que se revelaram ser o oposto…. claro que também me enganei no sentido inverso…

Conheci pessoas que eu para mim disse assim após o primeiro contacto, “este/esta” nem merece atenção tem a mania que são gente crescida ou que se julgavam melhores que os outros e no fundo revelaram-se pessoas diferentes. Infelizmente tive vezes que pensei que seriam pessoas justas e correctas e apenas sairam do pior que há. Outras que mudei por duas vezes, tinha uma má impressão, depois passei para a boa impressão e passados alguns tempos mudou novamente. Tive também casos de que a opinião que tinha se manteve após travar conhecimento pessoal, e na qual a opinião manteve-se mas cresceu um bocado mais para o lado negativo.

O que nos leva a pensar que esta ou aquela pessoa é má ou boa? O aspecto fisico é logo dos primeiros, a aparência é uma das principais fontes de observação, depois a maneira de estar e de falar, depois as atitudes perante certas situações.

Temos que por vezes conhecer as pessoas pessoalmente para as podermos julgar correctamente, será justo julgar alguém por aquilo que sabemos pela boca de outra pessoa??? Não estará esta a esconder algo que não queira que se saiba??? Por vezes para nos protegermos a nós mesmos difamamos um pouco os outros, e a imagem que passa dessas pessoas para nós ou para os amigos é totalmente diferente da pessoa que realmente é, ou pode ser…

Ninguém e perfeito, e como tal eu costumo dar sempre 2 ou 3 oportunidades dessas pessoas mostrarem quem são, pois quem não perdoa nao merece consideração e muito menos perdão seja do que for.

Como digo eu só costumo falar quando tenho realmente razão ou 100% de certezas do que estou a falar… Por vezes sou impulsivo e falo cedo demais, mas se reparar que não estou a ser correcto peço desculpas, que é o minimo que posso fazer, o orgulho coloco de lado por breves momentos e faço o que tenho de fazer. A minha opinião final sobre uma pessoa para mim é a final mesmo… E quem sabe e me conhece sabe que eu normalmente tenho razão… Não é para me gabar mas uma coisa é certa, como me dizia o meu avô “Nunca me engano e raramente tenho dúvidas”, claro que não deve ser seguido à letra pois eu falo nas ultimas ideias que tenho, após as tais oportunidades.

Conclusão nem devemos confiar logo nas pessoas nem devemos afastar logo as mesmas, devemos primeiro dar oportunidades que gostariamos que nos dessem a nós.

Sei que a primeira impressão que tem de mim, é de ser um bocado arrogante e antipático, e acreditem que é isso que tento transmitir no primeiro contacto. Por vezes faço-o par testar a pessoa que está do outro lado, apenas para ver como ela reage.

Sigam os vossos instintos, por vezes o primeiro está ou é o mais acertado, mas nunca se esqueçam que nem sempre a pessoa que se encontra à vossa frente pode não ser como aparenta, pode ser uma fachada, e quando o pano desce, e o palco fica à disposição de qualquer um ai é que se sabe se vale ou nao a pena.

Acima de tudo sejam frontais e correctos, não tentem ser o que não conseguem ser a tempo inteiro ou são ou não são, nao enganem ninguém… Sejam vocês mesmos…

Pensem nisso…

*Próximo Post – I have seen peace, I have seen pain

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s