Uma Forma de Estar e Ser

Pois, bem… hoje o tema é este…

O que eu tenho a dizer deste tema??? Pois bem nada ou quase nada… Então porque escolher este tema, pois poderia escolher qualquer tema mas não…

Pois bem, tudo está bem quando acaba bem não é??? e quando nao acaba??? Temos que nos adaptar ao que estamos a viver neste momento certo? Pois mas por causa dessa adaptação somos obrigado a mudar algumas coisas em nós, que não é nada mais que a nossa forma de estar e de ser.

Quando queremos alguma coisa e que sabemos que só a teremos quando mudarmos, o que fazemos??? Pois é mudamos, por vezes temos medo de o fazer porque nao sabemos se será a melhor opção, mas quem de facto quer algo, acaba por correr esse pequeno risco e deixar-se levar pelo sentimento que os leva a mudar. Refiro-me a mudar a nossa maneira de pensar/reagir… sabemos que nao somos perfeitos, mas se fossemos perfeitos nao havia nada que descobrir, nao nos teriamos de adaptar a pessoa de quem gostamos, por vezes mudamos coisas que nao seriamos capazes ou nao queriamos mudar, mas entao porque se mudou??? Pois bem o que queriamos era demasiadamente importante para deixarmos passar em vao… mas a mudança faz-nos bem, faz-nos ter novos objectivos na vida, uma nova finalidade, acho que nao mudamos pela outra pessoa, mas por uma necessidade de nos sentirmos novos connosco próprios, temos que sentir que ainda estamos vivos, e presentes neste mundo dificil que é a “vida”…

Contudo a mudança traz algumas responsabilidades, que sao elas: em primeiro saber lidar com a mudança que foi feita, em segundo saber manter a mesma, e terceiro acima de tudo manter as amizades que tinhamos enquanto nao mudamos, pois a mudança pode fazer com que nos esqueçamos da nossa “vida anterior”, mas o nosso EU nao mudou, apenas alguma forma de estar que não obriga a arranjar novos amigos/confidentes, mas sim o grande desafio que nos é imposto será manter aquilo que damos valor, que sao as pessoas de quem precisamos para viver, o apoio da familia também é necessária, para quem tem alguem chegado da familia para isso.

A nossa mudança/adaptação ao novo mundo tem que ser gradual e acima de tudo com consciencia, porque estamos a pisar em terreno novo, nao sabemos as consequencias dessa mesma mudança, será boa para nós? Claro que sim, mesmo que se cometam erros vale sempre a pena, pois mudar é viver… Contudo temos aquele medo de arriscar, pois são novas coisas que estamos prestes a conhecer/viver… Na mudança faz-nos arranjar novos “colegas”, novos desafios, novos sentimentos, mas tambem nos traz novos obstáculos também… mas conforme conseguimos passar de um estado para outro tambem conseguimos ultrapassar todos aqueles problemas que nos passam pela frente, contudo a experiencia que temos na vida, pode ser bastante util, sabemos como contornar as coisas, claro falo de pessoas que já passaram por coisas semelhantes, pois quem nao passou, tudo o que se apresenta pela frente são coisas novas…

Quando mudamos, por nós ou pelo que seja, ao cometermos os erros habituais, por vezes acabamos por trazer mudanças para outras pessoas mais chegadas, e isso por vezes é bom, obriga de uma certa maneira às pessoas que ao nosso lado caminham a mexerem-se… pois é mesmo assim, a nossa mudança traz mudanças dos outros atrás, pois mesmo sem querer estamos a mexer nao só com a nossa vida como com a dos outros.

Por vezes aqueles nao queria mudança e então acabam por se deixar ficar, e entao ai só temos que compreender, pois nem todos estao preparados para a mudança e é perfeitamente compreensivel que assim seja… Quando as coisas estao bem para nós, porque mudar??? Por capricho, porque queremos mais??? Sim talvez, às vezes por ambição fazemos coisas que são de uma forma incompreensivel de puro mau gosto… por capricho as coisas são identicas, mas acabamos mais tarde ou mais cedo por correr mal e ai, vem o nosso sofrimento, mas provocando tambem um isolamento profundo, pois nao temos em quem nos apoiar, porque nao soubemos manter aqueles que realmente nos compreendiam junto de nós…

Não pedimos ajuda porque somos demasiadamente orgulhosos para por de parte esse sentimento que nos acaba por consumir, porque dar a volta a torcer é mais dificil do que sofrer um bocado ou entao muito… outra maneira de deixar tudo para traz é optar pela vingança… exemplificando com histórias: Ela/Ele fez-me aquilo entao eu vou-lhe dar o troco, ou faço o mesmo ou pior…. Mas afinal em que mundo vivemos??? O tempo do Gato e do Rato só existe em desenhos animados, hoje em dia por ninguém querer depender de ninguém devido ao orgulho, somos demasiado orgulhosos por nos sentirmos dependentes de uma ajuda de um familiar, ou amigo ou mesmo um colega que nos compreende… Uma coisa vos digo por experiencia propria, que não há nada melhor do que termos uma pessoa que nos apoia em todas as decisões que tomamos… Claro que não podemos querer que quem nos ajuda que tenha a mesma opinião que a nossa, porque senão essa pessoa nao era amiga, mas sim apenas estava ali para nos ver a afundar e sem fazer nada ainda ajudava…

Temos que receber os conselhos como eles são, apenas conselhos, pois cabe a nós a decisão final… Mas então porque pedimos ajuda se pensamos que temos sempre razão??? O porque perguntar achas que faço bem? estou a agir correctamente? Estou a tomar a decisão correcta? E se a pessoa que está ao nosso lado concordar connosco sempre entao alguma coisa está errada, devemos ter a consciencia que tudo aquilo que nos possam dizer pode ser para nosso bem, e nao devemos levar como um ataque à nossa pessoa, ou a outra pessoa envolvente… Um amigo que é amigo tenta ajudar, mas claro para ajudar tem que nos dar dicas e dizer as verdades que por vezes nao quermos ver, é mesmo assim que funciona, é para os bons momentos e para os maus, e tem que ser frontal, mas para isso tem que haver retorno de informação…

Um amigo diz o que pensa, e o que pensa ser melhor para aquele que está a ajudar, mesmo que nao fosse isso que ele proprio faria, mas isso já sao outras contas… Como digo se o amigo é verdadeiro vai optar e ver coisas que nós nao nos apercebemos e por isso pedimos essa ajuda. Se não concordamos então seguimos o que queremos fazer, mas sem por em causa a atitude ou o que foi dito pelo amigo, pois sendo assim da proxima vez que for pedida ajuda para um caso semelhante ou o mesmo caso, o amigo vai pensar duas vezes no que pode ou nao dizer e vai acabar por dizer aquilo que queremos e entao leva-nos a cometer erros, e depois ainda por cima o começamos a julgar por ter-nos indicado que deveriamos fazer aquilo…

Resumidamente vamos estar presos por ter cão e por nao o ter… é sempre assim, por isso se tem amigos, digam o que tem a dizer mesmo que seja duro para quem esteja a passar pela situação pois só assim os podemos ajudar.

Um amigo está presente nos bons e maus momentos como já referi, e quando algo nos corre bem lá está ele para nos dar os parabens,  mas por outro lado se corre mal também está ali para nos ajudar a ultrapassar, mas também pode dar na cabeça… ou por ter tomado esta ou aquela decisão sem pensar e sem pedir ajuda…

Bem acabo por dizer que devemos mudar, e ter cuidado com a nossa nova forma de estar e de ser, pois pode ser bom como pode ser uma verdadeira desgraça… Mudar muda-se para melhor e nunca para pior… se nao não é mudança mas sim um retrocesso na vida… LOL

Pensem nisso…
*Próximo Post – O que vier à cabeça no momento

Um pensamento sobre “Uma Forma de Estar e Ser

  1. Ola amigo…tenho mesmo de concordar contigo!

    Na vida ha obstaculos que temos de saber ultrpassar. Certo que por vezes é dificil ultrapassar esse obstaculos, entao eu proponho que os contornemos, é importante que assim seja – pois se os contornarmos nao passaremos por cima de ninguem. No entanto ha formas tambem de se ultrapassarem sem passarmos por cima das pessoas que nos rodeiam, para isso é necessáro que sejamos racionais, correctos, determinados, pacientes e com uma força de vontade invencivel.

    O meu conselho passa por isso mesmo, ser-se correcto, racional, preponderado, determinado, sem medos e com vontade de lutar pelo que queremos… Garanto-vos que entao assim tereis uma forma de estar e ser perante a vida o mais correcta possivel e quem se cruzar com vocês vai sentir tanta felicidade que esse brilho espalhar-se por quem se cruzar com quem voces se cruzaram!!!

    Sendo assim poderão dizer”Eu contribui para a felicidade e o bem estar de alguém”

    Sejam felizes e amigo FRANCISCO, deixa-me dizer-te que tens imenso jeito para escrever…e claro kd lançares um livro eu quero um autografado, eheheh
    Beijinhos grande para um amigo muito especial…;)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s