Egocentrismo

Meus amigos e cá estou eu, um bocado mais cedo para vos escrever o novo post, e como devem ter reparado é um tema para alguns um quanto para o polémico… ehehehe esperemos que nao…

Ora o que é para mim o egocentrismo, poderá ser para outras pessoas uma coisa totalmente diferente, a nivel de opiniao…Por vezes pensamos que sabemos tudo, e que só nós temos razão, e que nada para nós existe senão a nossa opinião… Quando pensamos em nós é uma excelente decisão porque primeiro nós, a seguir nós e por fim nós mesmos… Até ai deve ser assim, mas quando lidamos com situações normais do dia a dia, mas quando passamos metade do nosso “EU” para outra parte ai as coisas já não sao da mesma maneira. Quando assumimos uma relação seja ela de longa ou curta duração, enquanto a vivemos dámos o que temos e o que não temos para que tudo dê certo… Mas o egocentrismo por vezes leva a que isso não aconteça… Quando pensamos em nós próprios esquecemo-nos que do outro lado existe uma pessoa que tem sentimentos como nós, e que gosta da vida como nós, e que está ali ao nosso lado, para os bons e maus momentos, uma vez que disse que ali estaria, assim se presume que é a realidade. 

O diálogo numa relação é o mais importante de tudo, por vezes as pessoas fecham-se e não deixam sair os sentimentos, por medo ou receio, ou então porque não querem dar o braço a torcer de que gostam dessa pessoa.
pois posso dizer-vos que estão totalmente errados, claro que esse pensar é bom, evita que haja desilusão pela nossa parte caso algo nao corra bem para o nosso lado, mas por outro lado poderá destruir uma relação, pois a pessoa que está do nosso lado nesse momento está insegura pois nao sabe qual a nossa posição em relação a sentimentos.

Por outro lado temos que, ao expor-se demasiado aos sentimentos pode trazer consequencias arrasadoras, como a DOR, o SOFRIMENTO, a TRISTEZA, REVOLTA em alguns casos, isto quando acaba sem aparente motivo. Mas há sempre um motivo para que algo termine, há quem seja por rotina, outros por existir alguém, e mesmo por nao se estar bem connosco próprios. Existem diversos motivos para que tudo termine… há que parar e pensar porque, ou então perguntar o porque… as pessoas são crescidas o suficiente para assumir os erros, ou as decisões…

Numa relação a dois, deve deixar de existir o egocentrismo, mesmo que isso lhe custe, devemos falar pois é a falar que se entende as razões. Quando as coisas não estão bem no momento, ou se estamos a sentir algo por outra pessoa, é bom falar e resolver logo as coisas a DOIS, e sempre a DOIS, pois a pessoa que não sabe, e lhe é apresentada a Realidade das coisas já quando não há volta a dar, fica confusa e sem saber para onde se vai virar, e se não tiver uma personalidade forte, ou se perde no desespero ou então muda radicalmente a sua maneira de ser, tornando-se diferente em tudo, digamos que tenta alterar a sua maneira de ser para fugir a tanto sofrimento, não esquecer, pois isso nunca o vai acontecer, acima de tudo devem ficar os bons momentos, claro que a amizade é fundamental, nestes casos, aquilo que precisamos às vezes é dessa mesma pessoa para conseguir seguir a vida, pensemos em nós, mas nos outros também, não devemos fazer aos outros aquilo que nao gostariamos que nos fizessem a nós.

Um pouco de Egcentrismo não faz mal a ninguem, porque existem alguns momentos na vida, naqueles em que cometermos várias vezes os mesmos erros, porque gostamos ou porque achamos que é aquilo que queremos, por vezes estamos iludidos, ou mesmo de olhos fechados.

Nesses momentos devemos pensar em nós e naquilo que queremos, se sabemos que é bater no ceguinho, e que mesmo batendo ele nao vai conseguir ver, então porque insistir, devemos dar oportunidades, pois a vida é feita de oportunidades, e como alguém me disse um dia…

NADA ACONTECE POR ACASO e QUE HÁ SEMPRE UMA PRIMEIRA VEZ PARA TUDO…

São duas frases que marcam o meu trajecto na vida, com eles aprendi duas coisas, nunca devemos desperdiçar seja a oportunidade que for, devemos agarra-la com unhas e dentes, devemos querer seguir em frente, pois mesmo havendo bons momentos, existem os maus que também temos que ter em conta porque as pessoas não mudam de um dia para o outro. Acreditem, mudam por razões de interesse, ou de necessidade extrema, mas nunca por ninguém…

Com um apelo a todos termino, gostar de nós próprios é bom e deve ser feito pois devemos sempre valorizar aquilo que somos e o que queremos, mas devemos pensar naqueles que nos AMAM de VERDADE e pensar se na realidade não poderá ser com essa pessoa que quereriamos estar, falar e ficar.

Pensem bem nisso…

*Proximo Post – Nada Acontece por Acaso

2 pensamentos sobre “Egocentrismo

  1. Egocentrismo…

    Eu até nem sou egocêntrico, pelo contrário, tenho a tendência natural para colocar os outros em especial os que me são mais queridos em primeiro lugar. Tenho mesmo vontade de compreender os que me rodeiam e de os tentar apoiar da melhor forma que posso.
    No entanto existem muitas pessoas egocêntricas, pessoas que vêm tudo sob o seu ponto de vista, que querem ou pensam ser o centro de todas as atenções, que só olham para o próprio umbigo, que não se preocupam com nada além deles próprios… Claro que já conheci várias pessoas assim e geralmente até tento compreender, nunca se sabe se ela foi sempre assim, se foi algo que a levou a mudar, se isso é apenas um escudo que ela utiliza para se proteger do que julga serem agressões à sua integridade, em suma existem muitas razões para que alguém possa passar a ver o seu próprio nariz, em vez de olhar para o dos outros. É evidente que é normal e até aconselhável termos amor-próprio, auto estima, devemos ser os primeiros a assumir o nosso valor, mas devemos faze-lo respeitando e principalmente olhando para os outros dando-lhes também o valor que merecem. Não devemos esquecer quem nos tenta fazer bem ou quem se preocupa connosco pois a nossa vida será mais vazia, mais triste e menos interessante.
    Normalmente não me custa nada interagir com uma pessoa egocêntrica, acaba por ser fácil se soubermos lidar com ela, a não ser claro que ela seja quem nós amamos…isso sim, torna-se muito difícil, mesmo muito. Um dia apaixonei-me perdidamente por uma linda mulher, aos meus olhos ela era simplesmente a mulher mais linda do mundo, daquelas que nos fazem pensar que se existirem anjos no céu certamente serão como ela ou talvez até nem consigam ser tão belos como ela.
    Eu já conhecia muito sobre ela além da sua beleza exterior, sabia que era inteligente, simpática, independente, um pouco tímida, com alguma dificuldade em confiar nos outros, enfim conhecia um pouco da sua personalidade. Mas claro, nunca conhecemos alguém totalmente e eu não suspeitaria que aquele corpo tão elegante e esbelto seria capaz de camuflar lá dentro um ego enorme, um ego daqueles que nos turva a visão, que nos faz ver tudo sob o nosso prisma, nos faz pensar que nós somos melhores, que não é qualquer um que merece a nossa atenção…
    Ter o nosso ego muito elevado leva-nos a esquecer que quem nos rodeia e nos quer bem acima de tudo é alguém que tem sentimentos, que sofre, que luta, que se esforça, que pode bem ser alguém que torce sempre por nós e faria qualquer coisa, qualquer coisa mesmo para nos ver felizes e para ter um pouco da nossa atenção. Mas nós somos bons, temos já muita gente que nos elogia, somos giros, temos muitas qualidades, por isso não precisamos de dar atenção a qualquer um, não precisamos de perder tempo a explicar a essa pessoa ou pessoas que estamos ocupados com coisas mais importantes do que elas.
    Mas sabem, eu continuarei a dizer-lhe coisas fantásticas, a elogia-la, a dizer-lhe que ela é linda, que é querida, que é tudo para mim… E espero que o seu ego vá aumentando, aumentando, aumentando… até que um dia fique tão grande, tão inchado que algum acontecimento sirva de ignição e ele expluda estrondosamente! Puuuuummmm!!
    Possivelmente ao acordar no dia seguinte, ela vai sentir-se desorientada, confusa, vai perceber que não olhou para pessoas que a poderiam ter apoiado sempre, que a queriam ajudar e compreender, que a queriam fazer sentir bem. Vai talvez sentir-se triste por ter olhado só para ela, e não ter dispensado cinco minutos da sua vida a alguém que queria apenas um pouco da sua atenção. Nesse dia eu poderei começar novamente por lhe dizer: És a mulher mais linda do mundo…

  2. Egocentrismo…

    e defendo neste momento a teoria…s nao pensarmos em nos kem pensara????
    pode ser erro mas mais k nunca penso em mim..e nakilo k kero nem sempre s toma as decisoes corectas…mas muitas vexes nao existe kalker intençao de magoar…komo alguem me disse um dia o melhor guarda-se para nos mesmos, na nossa alma em segredo…considero um erro…mas por outro protecçao ou ate mesmo egocentrismo…nao sei…so sei k se eu nao viver a minha vida ninguem a vai vive por mim…e msmo assim…temso k seguir sepre e acordar pelo menos tentando pensar hoje sera um dia melhor… beijinhu….

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s